Sonho de um burocrata filantropo

… destruir todas as faturas do mundo e todos os recibos, registos e arquivos de semelhantes, todos os processos e requerimentos, todas as fardas de serviço, todos os uniformes, e queimar tudo numa grande fogueira à volta da qual nos banqueteássemos e regozijássemos com as coisas boas da vida (comida, bebida, saúde, amor, alegria, o trabalho quando tendo uma finalidade útil, etc.). Num gesto ritual todos os burocratas, funcionários, secretários, rececionistas, técnicos de contas, advogados, juízes, fiscais, etc., despem as suas fardas e juntam-nas ao lume. Em seguida todos dançam à sua vontade, com ou sem jeito, sem grande preocupação com o virtuosismo na coreografia ou pela impressão causada uns nos outros.

E a partir daí avançar para um mundo novo, como não sei… isto é só um sonho…

012_hermes-conrad-and-brain-slug_by-vimp

 

Nota: O presente escriba foi uma espécie de burocrata em treino durante uma ou duas semanas, e ao 3º dia de trabalho semi-oficial (hoje), para o qual estaria prevista a assinatura de um contrato, começou a escrever este pequeno texto num minuto parado do serviço. Acabou o mesmo já em casa, depois de uma boa soneca, tendo sido despedido ainda a meio do turno da manhã. Um burocrata sonhador foi despedido, e o mundo ficou um lugar (ligeiramente) mais respirável por causa disso. Tudo fica bem quando acaba bem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s